Adaptação Escolar

Envolva seu filho no processo de adaptação da escola



A novidade com o espaço e com as atividades precisam fazer algum sentido na cabeça da criança. Por isso, é importante conversar muito, para deixar claro que ela está crescendo e que, por isso, frequentará um novo lugar, com outras crianças. Valorizar a escola, o aprendizado, e a socialização é interessante para que ela perceba sua importância.

Uma atividade que ajuda nessa compreensão é levar a criança para comprar o material escolar. Dar opções de escolha de um caderno, um lápis ou uma mochila pode parecer bobagem, mas contribui para o envolvimento com o processo de adaptação. Só tome cuidado com a ansiedade!


Transmita Segurança



O sentimento mais comum que as crianças experimentam nas primeiras semanas no novo ambiente é a insegurança. Para lidar com ele, os pais devem mostrar que se sentir inseguro, nesse caso, é comum, por causa da mudança na rotina e nas relações sociais. Porém, transmitir segurança, dizendo que ela superará o momento de transição, é necessário.

E como fazer isso? Em primeiro lugar, dizendo ao filho que vocês estão ao lado dele, que compreendem o sentimento, e que ele se acostumará e, provavelmente, gostará da escola. Depois, é interessante levá-lo para visitar a nova escola e conhecer o ambiente e as pessoas que ali trabalham.


Prepare a criança para lidar com a separação



É normal pensarmos que a criança que vai à escola sofre por não estar com os pais o tempo todo. Mas esse fato pode ser minimizado se ela começa a se acostumar com a ausência deles desde mais nova, como se fosse um treino. Deixar seu filho com avós e tios faz com que ele se acostume com a presença de outras pessoas com mais facilidade.

Na escola, a “ruptura” pode ser feita gradualmente: comece levando-o para a escola durante um pequeno período de tempo, e vá aumentando à medida que ele se acostumar com a ideia de estar longe da família.


Não minta!



Vou ali e já volto. Essa “tática” utilizada por alguns pais não é eficiente e pode tornar a experiência traumatizante. A nova rotina já é motivo suficiente para tirar a tranquilidade da criança, e a mentira aumentará a insegurança dela em relação à escola.

Por isso, converse muito com seu filho e com os funcionários da escola sobre o processo de adaptação ao novo ambiente. Juntos, chegarão em soluções mais adequadas para a criança.


Diga à escola quem é seu filho



Cada criança apresenta comportamentos e saúde diferentes. Enquanto um é mais agitado, o outro é mais tímido. Um é mais alérgico, o outro, não pega nenhum resfriado. Por isso, é importante que os pais conversem com professores e coordenadores, para apresentar a eles detalhes dos seus filhos, seus hábitos alimentares, seus medos, etc.

Quando a criança percebe que aquele adulto sabe cuidar dela e entendê-la, ela se sente mais segura, o que torna a adaptação mais fácil.

O comportamento infantil na adaptação escolar é imprevisível. Porém, com essas dicas, você conseguirá transmitir a segurança necessária para a criança que passa por esse processo.

3 visualizações
home.png

Horário de Atendimento da Secretaria
(Horário temporário em virtude da Covid-19)
 

2ª à 6ª das 8h às 20h
Sábado das 8h às 12h

Siga, curta, ouça e compartilhe!
facebook-logo-rodape.png
instagram-logo-rodape.png
youtube-logo-rodape.png
spotify-logo-rodape.png
logo-branco-agencia-madein.png