top of page

Dicas de boa convivência no trânsito da escola


Não é de hoje que as escolas enfrentam o recorrente problema do trânsito na entrada e saída de alunos. A disputa entre os transportes escolares, os carros de familiares e motoristas dos estudantes, pedestres e veículos que passam pela via, causa um transtorno diário ao colégio e aos moradores da região.


Ao analisar as observações feitas por funcionários, transportadores e responsáveis e identificar os riscos da situação, que podem se transformar em acidentes graves, o Colégio EBE Objetivo toma a iniciativa de conscientizar os pais, responsáveis e alunos sobre a educação no trânsito.


A campanha é um alerta sobre o respeito ao próximo e a prática da cidadania. Os nossos filhos não aprendem apenas na sala de aula, mas também enquanto vivenciam as experiências do dia a dia. O ato de chegar à escola de carro ou a pé, dividir o mesmo espaço físico, cumprir os mesmos horários e seguir as mesmas regras do coletivo é uma questão de cidadania, que precisa ser tratada dentro e fora da escola.

Para evitar acidentes, aborrecimentos e multas, o Colégio pede a atenção de toda a comunidade para o cumprimento das normas de trânsito, o bom senso de cada um e, principalmente, o respeito à prioridade do transporte escolar.


Transporte escolar

A preferência deve ser sempre para o embarque e desembarque dos transportes escolares. Como esses alunos estão sob a responsabilidade do transportador e da escola, sem seus pais, no momento do embarque e desembarque, é necessário exímio cuidado para tal tarefa. Quando um pai ou motorista de aluno para na vaga do transporte escolar, os estudantes precisam se locomover para uma distância maior, o que pode gerar inúmeros danos, como por exemplo, uma criança pequena sair correndo e ser atropelada, ou ocorrer um atraso na entrega, o que poderá prejudicar a programação dos alunos e seus familiares.

Gostaríamos de sensibilizar os pais e motoristas para que evitem ao máximo ocupar as vagas desses transportes. Precisamos realizar essa atividade de forma rápida, eficiente e segura. Esse é um problema permanente que enfrentamos e estamos muito preocupados com a segurança de nossos alunos.


Estacionar em local proibido

Parar o carro o mais próximo da escola é o desejo de todo pai, seja pela segurança do filho ou para evitar que ele se molhe em dias de chuva. Porém, quando essa facilidade oferecida é feita em local proibido ou não adequado, pode gerar acidentes e transtornos a todos.

Nesse sentido, para a segurança coletiva, evite parar na faixa de pedestre – que impede a travessia de alunos, em fila dupla, guia rebaixada da escola e no local determinado para embarque e desembarque dos transportes escolares. Tais atitudes podem causar um grave acidente, além do trânsito na via. Se todos respeitarem o espaço comum, ninguém será vítima de uma situação perigosa e constrangedora,


Embarque e desembarque ágil

Os carros particulares – dos pais, familiares e motoristas – têm o seu direito de fazer a entrada e a saída na porta da escola, porém, é indicado que seja feita de forma rápida e segura.

Caso seja necessário conversar com os funcionários do Colégio ou realizar um atendimento na secretaria, pede-se para que estacione o veículo em outra vaga, distante do local de embarque e desembarque de alunos. Essa orientação deve ser seguida não somente nos horários de picos de entrada e saída, mas em todo o período de aula. O espaço deve estar sempre livre para qualquer ocorrência e emergência.

** Dicas de boa convivência no trânsito da escola

Deixar os filhos na escola é uma maratona diária. Mala, lancheira, casaco, brinquedos, falta de espaço para estacionar ou caminhar e a corrida contra o relógio, aliados à agitação, ao medo e as manhas das crianças pode se tornar uma missão quase impossível. Mas se todos tiverem como princípio a educação e o respeito, a tarefa pode ser cumprida com harmonia.


O Colégio EBE Objetivo dá algumas dicas de como conviver com essa missão, compartilhada por diversos familiares, no mesmo espaço e hora. Nossos filhos sempre seguem os nossos exemplos e todas as nossas atitudes refletem nas crianças.


· Dê prioridade para o embarque e desembarque do transporte escolar.

· Chegue com antecedência para não atrapalhar a programação do aluno e da escola.

· Faça o embarque e o desembarque dos alunos de forma rápida e segura.


Não pare para conversar com colegas, outros pais e funcionários. E lembre-se: a preferência para estacionar é para idosos, gestantes, deficientes e mães com crianças de colo.



· Se precisar ir até a secretaria ou falar com um funcionário, estacione em um local próprio, fora do espaço da entrada e saída da escola.

· Se não tiver vaga no momento da chegada ou saída, pare mais distante e caminhe com o seu filho até a porta da escola. É mais seguro.

· Não estacione em locais proibidos ou inadequados: faixa de pedestre, fila dupla, guia rebaixada da escola, vagas especiais, garagens e no local determinado para embarque e desembarque dos transportes escolares. Nem mesmo quando estiver ao volante com o carro ligado.

· Paciência e tolerância são fundamentais para a boa convivência no trânsito, ainda mais, na porta de uma escola. Evite buzinar ou insultar o motorista da frente, problemas acontecem.

· Segurança de passageiros: coloque o cinto e a criança na cadeirinha, não use nunca o celular enquanto dirige.

· A velocidade deve ser sempre reduzida em todo o entorno da escola.

· Pedestre tem sempre a preferência. Ao ver um transeunte próximo à faixa, pare o carro e deixo-o passar.

· E se você estiver a pé, atravesse somente na faixa de pedestre e tenha certeza de que os carros pararam para você passar. Segure bem a mão das crianças durante a travessia.

.

.

.

.





205 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Projeto Absorvendo Amor

Mais um projeto concluído com sucesso!! 🥰 O projeto “Absorvendo Amor” teve como objetivo arrecadar absorventes para adolescentes em situação de vulnerabilidade. Com o intuito de contribuir para que t

bottom of page